terça-feira

06/08/12 A morte do Blues (2) Vídeos do último show em Joinville/SC

É com muito orgulho que venho mostrar aos queridos colegas da nossa humilde banda alguns vídeos que eu mesmo gravei no último show dele aqui na cidade de Joinville.

Aconteceu no Bovary Snooker Pub no dia 11 de junho de 2012 e ficou pra história! Não posso deixar de citar também que a banda de apoio era o pessoal d`Os Depira e que mandaram SUPER bem!





Pelo que eu me lembro nesse eu estava junto de um pessoal bacana que não quis ficar em casa e garanto que JAMAIS se arrependerão disso. Dentre os colegas, estava o Jackie (nos vídeos abaixo dá pra escutar ele berrando QUE ISSO MEU, CARALHO, CARA, TO CHORANDO) e segundo ele, a vida musical mudou, pois a partir daquele dia ele começou a curtir mais blues, ou seja, a nossa banda deve muito a esse fera do blues, ele influenciou bastante, vide comentários nossos na rádio "Quarto Rock" num dia desses.

Vamos ao que interessa:

Não me lembro da ordem das músicas, também não filmei todas as músicas pois não tinha um dispositivo muito bom. Só lembro com qual música ele fechou sua apresentação. Digamos que nesse dia eu "peguei grade" no show hahaha não saí dali desde que cheguei no Bova, saí da parada quase tetraplégico de tanta dor nas pernas de ficar esperando mas valeu a pena!

Começando de boa com Tempos Difíceis do álbum Indiana Blues (1996):

Seguindo com a Marginal do álbum Marginal Blues (1986) que foi regravada no álbum Vagabundo Errante (1999). Essa música - segundo o próprio Celso - o pessoal confunde bastante, dizem que ele fez com o Cazuza, ou até mesmo que foi o Cazuza quem fez, mas na real foi o Celso que fez tudo e pediu pro Cazuza gravar apenas aquele trechinho da música:

Essa música temos que pegar! Já peguei mais ou menos a base que o Rafael (batera) fez nesse dia... Amor Vazio do álbum Som na Guitarra (1984 o primeirão dele e que fez um puta sucessoe que também foi regravada no Indiana Blues (1996):

Agora um combo com Damas da Noite do álbum Celso Blues Boy 3 (1987) que me arrancou umas lágrimas quando ele veio solar bem na minha frente pra eu gravar, caaaara que doido! Fez parte do combo a música Casa da Luz Vermelha do álbum Quem Foi Que Falou Que Acabou o Rock n`Roll (2008), essa música o Blues Boy também solou ali na minha cara só pra me deixar "facêro":

E por fim, o último vídeo que eu fiz nessa noite e da música que fechou a sua última apresentação na cidade em que escolheu para passar uma boa parte da sua vida. Com vocês, a popular Aumenta  Que Isso Aí É Rock n`Roll do álbum Som na Guitarra (1984) e se eu não me engano, em algum momento o Celso havia comentado que a letra da música é uma descrição do que realmente aconteceu com ele uma vez. Segue a finalera:

Olha, eu nunca vou me esquecer do dia em que eu troquei uma ideia com ele. Eu dizia "Pô Celso, eu também toco blues, só que sou pereba, to começando, minha banda é a Um Quarto de Gim e estamos aí na luta, talz" e ele me respondeu: "ah, cara, eu também tô aí na luta haha" e depois quando questionei sobre o fusca, se ele ainda o tinha, ele me disse "tenho sim, a minha paixão por fusca começou faz tempo!" Contou que ficou fissurado quando um tio trouxe umas fotos dos fuscas pretos utilizados por taxistas em outro país.

Muito obrigado aos colegas que me acompanharam nesse dia. Aline, Anzini, Camila, Jackie e mais uma porção de gente que eu não me lembro agora. Foi demais! Já fui em show grande como ACDC, Aerosmith, mas o do Celso eu sempre tive como o que mais me impressionou, o que mais me marcou.

Bluseiros vão e os blues ficam!

Abração da UQG!

Longo.

Um comentário:

  1. E cada vez que eu assisto esses vídeos (desde que cheguei em casa e já fui logo upar no youtube) me dá um arrepio. Como pode isso, cara?


    Longo

    ResponderExcluir